A presença de um edifício

Em seu aguardado segundo longa, Kléber Mendonça Filho foca numa protagonista que insiste em ocupar de corpo e alma os lugares por onde passa. Ao se recusar a abandonar o edifício que dá título a ‘Aquarius’, Clara faz do filme um clamor por respeito pela memória, que não é só uma seleção de recordações confortáveis.